Dirceu Leoni - Sec. Seg. Itajaí - Revista Segurança Turismo & Meio ambiente

Go to content

Main menu

Dirceu Leoni - Sec. Seg. Itajaí

Entrevistas



Dirceu Leoni assume a Secretaria de Segurança de Itajaí


Perfil:
Secretário de Segurança Municipal, natural de Nova Trento, foi agente federal durante 27 anos, atuou principalmente na parte de entorpecentes, fiscalizando produtos químicos utilizados na fabricação de cocaína.

 
 


"Segurança pública, não é um problema só meu, ou só seu, é um problema nosso."


ST&MA -
Dirceu, de onde partiu o convite para assumir a Secretaria de Segurança de Itajaí?
Dirceu -
Quando estava na ativa da Polícia Federal , eu já havia sido convidado para ser Secretário adjunto, mas em função das minhas atribuições não aceitei, preferi assumir após a minha aposentadoria, em março, o Carlos Eli Castro se candidatou a vereador, aí ele me perguntou se eu poderia assumir a Secretaria, como a Secretaria de Segurança de Itajaí já vinha fazendo um ótimo trabalho, e está tentando  implantar a Guarda Municipal Armada, resolvi  assumir a função e o objetivo é implantar a guarda armada a partir do próximo ano, eu vejo este objetivo como a solução para todas as cidades, como eu sempre digo, quem cuida da segurança na nossa casa somos nós mesmos, como Itajaí é a nossa casa, somos nós que devemos cuidar.
ST&MA -
Quanto tempo e qual o efetivo da Guarda municipal de Itajaí?

ST&MA -
No que se referem a Guarda de Trânsito, quais são os maiores problemas encontrados no trabalho do dia a dia?
Dirceu -
O maior número de acidentes é com as motos, e as infrações noturnas são as que mais perturbam a população,  algumas delas são: som alto, películas em desacordo com a legislação entre outras, eu gostaria também de enfatizar que a guarda de trânsito tem um excelente relacionamento com as polícias Civil e Militar, com as quais trabalha em algumas operações em conjunto como as blitz, por exemplo, e é importante também mencionar que a população respeita muito a nossa unidade, os guardas de trânsito.
ST&MA -
Como foi o trabalho da Secretaria de Segurança de Itajaí, durante o evento da Volvo Ocean Race?
Dirceu -
Durante o evento identificamos apenas 2 ou 3 ocorrências de pequenos furtos, mas sem repercussão, mas o que gosto de salientar é que nunca houve um trabalho tão forte de união e integração de todos os órgãos de segurança, municipal, estadual e nacional, o pessoal da organização da Volvo Ocean Race considerou muito benéfico para o evento.
ST&MA
- Fale um pouco sobre o projeto da Guarda Municipal Armada:
Dirceu -
 A Guarda Municipal Armada, é um projeto de lei para a cidade de Itajaí, que será enviado à câmara dos vereadores para votação, o modelo é semelhante ao da cidade vizinha, Balneário Camboriú, e o objetivo da guarda armada, não é tomar as atribuições das forças policiais, mas sim contribuir, principalmente em função do baixo número de policiais nas ruas, o intuito é coibir e reprimir pequenas ações, melhorando a sensação de segurança do cidadão.
ST&MA -
Fale sobre segurança e o que a cidade pode esperar de você:
Dirceu -
Segurança pública não é um problema só meu, ou só seu, é um problema nosso, então todos temos que contribuir, não adianta ficarmos só reclamando sem fazer nada, contribuindo todos ganham, e para a cidade, eu posso dizer que estou aqui para colaborar no que for necessário.

Back to content | Back to main menu